Adolescente, ato infracional e serviço social no judiciário - Trabalho e resistência
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Adolescente, ato infracional e serviço social no judiciário - Trabalho e resistência

Cilene Terra, FERNANDA CALDAS DE AZEVEDO
  • Cód: 9788524927041

Confira algumas páginas

por R$ 49,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Coleção Temas Sociojurídicos
  • Autor: Cilene Terra, FERNANDA CALDAS DE AZEVEDO
  • ISBN: 9788524927041
  • Número de páginas: 160
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 250 gramas

SINOPSE A presente obra discute o trabalho das(os) Assistentes Sociais no Fórum das Varas Especiais da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Problematiza de forma crítica a função do direito na sociedade capitalista, que é reafirmada pelo Judiciário na sua relação com o Legislativo e com o Executivo a partir do atendimento às expressões da Questão Social, no que se refere à juventude e à violência na cidade de São paulo. Aborda, neste contexto institucional, as dimensões profissionais, resgatando o trato destinado às crianças e aos adolescentes no Brasil e, por meio de estatísticas o retrato dos adolescentes em conflito com a lei. É um convite para que o(a) leitor(a) adentre aos corredores do Judiciário Paulista, conheça as particularidades do trabalho profissional e os desafios nesse espaço sócio ocupacional, colaborando na construção da resistência cotidiana.

FERNANDA CALDAS DE AZEVEDO

Doutora em Serviço Social (PUC/SP). Assistente Social do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Experiência profissional na Prefeitura Municipal de São Paulo, como docente universitária, na área empresarial e como consultora em São Paulo.
A presente obra discute o trabalho das(os) Assistentes Sociais no Fórum das Varas Especiais da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Problematiza de forma crítica a função do direito na sociedade capitalista, que é reafirmada pelo Judiciário na sua relação com o Legislativo e com o Executivo a partir do atendimento às expressões da Questão Social, no que se refere à juventude e à violência na cidade de São paulo. Aborda, neste contexto institucional, as dimensões profissionais, resgatando o trato destinado às crianças e aos adolescentes no Brasil e, por meio de estatísticas o retrato dos adolescentes em conflito com a lei. É um convite para que o(a) leitor(a) adentre aos corredores do Judiciário Paulista, conheça as particularidades do trabalho profissional e os desafios nesse espaço sócio ocupacional, colaborando na construção da resistência cotidiana.