Aprender para ganhar, conhecer para competir - sobre a subordinação da educação
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Aprender para ganhar, conhecer para competir - sobre a subordinação da educação

Licínio C. Lima
  • Cód: 9788524918629
1% [1]

por R$ 36,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Nova Coleção Questões da Nossa Época
  • Autor: Licínio C. Lima
  • ISBN: 9788524918629
  • Número de páginas: 128
  • Formato: 14.00 x 21.00
  • Peso: 170 gramas

SINOPSE A apologia da "aprendizagem ao longo da vida" surge em documentos de agências internacionais, da União Europeia e de diversos governos. A partir do lema "aprender para ganhar", insiste-se na adaptação funcional de cada indivíduo aos imperativos da economia, empregabilidade, flexibilidade e competitividade, no quadro da "sociedade da aprendizagem" e da "economia do conhecimento". Políticas educacionais de índole pedagogista, que partem da crença de que a educação pode tudo, têm contribuído, contraditoriamente, para subordinar a educação à competitividade e à aquisição de habilidades economicamente valorizáveis, segundo padrões restritos de utilidade.

Licínio C. Lima

Licínio C.Lima é professor catedrático do Departamento de Ciências Sociais da Educação, do Instituto de Educação da Universidade do Minho, em Portugal. Foi professor convidado e dirigiu cursos e seminários em várias universidades no Brasil e na Europa. Integra várias associações científicas e educativas, nacionais e internacionais, e foi membro fundador do Fórum Mundial de Educação, da Sociedade Europeia de Investigação em Educação de Adultos, do Instituto Paulo Freire de Portugal, da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação e do Fórum Português de Administração Educacional. Em 1993 recebeu o Prêmio Rui Grácio, instituído pela Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, com o patrocínio da Fundação Calouste Gulbenkian. É autor, coautor e editor de numerosas obras, publicadas em treze países e em seis distintas línguas, incluindo mais 30 de livros. Pela Cortez Editora publicou: "A Escola como organização educativa - uma abordagem sociológica" (2011, 4ª ed.), "Educação ao longo da vida - entre a mão direita e a mão esquerda da Miró" (2007), "Aprender para ganhar, conhecer para competir - sobre a subordinação da educação na 'sociedade da aprendizagem'" (2012).
A apologia da "aprendizagem ao longo da vida" surge em documentos de agências internacionais, da União Europeia e de diversos governos. A partir do lema "aprender para ganhar", insiste-se na adaptação funcional de cada indivíduo aos imperativos da economia, empregabilidade, flexibilidade e competitividade, no quadro da "sociedade da aprendizagem" e da "economia do conhecimento". Políticas educacionais de índole pedagogista, que partem da crença de que a educação pode tudo, têm contribuído, contraditoriamente, para subordinar a educação à competitividade e à aquisição de habilidades economicamente valorizáveis, segundo padrões restritos de utilidade.

Avaliações dos clientes

Jaime Junior da Silva 08/04/2016

Excelente obra.
100%