Aventuras da epistemologia ambiental - da articulação das ciências ao diálogo de saberes
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Aventuras da epistemologia ambiental - da articulação das ciências ao diálogo de saberes

Enrique Leff
  • Cód: 9788524919442

por R$ 38,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Enrique Leff
  • ISBN: 9788524919442
  • Número de páginas: 136
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 220 gramas

SINOPSE Este livro é uma autorreflexão do autor sobre as diferentes fases de seu próprio itinerário teórico. Questiona as rupturas e a coerência de um pensamento que, partindo da crítica do projeto interdisciplinar, viaja para o horizonte de um futuro sustentável fundado em uma racionalidade ambiental e no diálogo de saberes.

Enrique Leff

Enrique Leff é amplamente conhecido na América Latina e no Brasil, onde mantém estreitos vínculos com os meios acadêmicos, políticos e de cidadania. Ambientalista mexicano, foi coordenador da Red de Formación Ambiental da América Latina e Caribe do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente durante mais de vinte anos. Atualmente é pesquisador do Instituto de Investigaciones Sociales e professor da Faculdade de Ciências Políticas e Sociais da UNAM no México, com temas sobre epistemologia, filosofia, sociologia e educação ambiental. Publicou em português a maior parte de sua obra, entre as quais se destacam: Epistemologia Ambiental; A Complexidade Ambiental e Discursos sustentáveis, publicados pela Cortez Editora; Saber Ambiental e Ecologia, Capital e Cultura: a territorialização da racionalidade ambiental (Vozes); Racionalidade Ambiental: a reapropriação social da Natureza (Civilização Brasileira).
Este livro é uma autorreflexão do autor sobre as diferentes fases de seu próprio itinerário teórico. Questiona as rupturas e a coerência de um pensamento que, partindo da crítica do projeto interdisciplinar, viaja para o horizonte de um futuro sustentável fundado em uma racionalidade ambiental e no diálogo de saberes.