Bicho homem (capa dura)
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Bicho homem (capa dura)

Nelson Albissú
  • Cód: 9788524917851

por R$ 42,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Nelson Albissú
  • ISBN: 9788524917851
  • Número de páginas: 32
  • Formato: 21.50 x 28.50
  • Peso: 430 gramas

SINOPSE Mil barulhos faz a floresta! Na narrativa que encanta e comove, o leitor descobre muitas onomatopeias dos mais diversos bichos: um zurro de burro, um arrulho de pombo, um grunhido de porco... E recebe também um alerta: nem sempre o bicho-homem faz dessa sinfonia sua própria música, agindo com atitudes que destroem seu ambiente. Uma bela história, com lindas ilustrações, capaz de disseminar a sustentabilidade dialogando com a infância.

Nelson Albissú

Nelson Albissú é mestre em Artes Cênicas, formado pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Escreveu mais de cinco dezenas de livros infantojuvenis, muitos deles presentes há mais de 25 anos em catálogos de várias editoras. Foi dramaturgo de dezesseis peças que ascenderam ao palco, algumas das quais conquistaram prêmios importantes na dramaturgia brasileira. Também atuou como roteirista de televisão, durante anos, escrevendo textos para crianças e adultos. Atualmente, exerce a função de Diretor de Cultura, na Secretaria de Cultura de Mogi das Cruzes (SP), é professor universitário e diretor de teatro. Recentemente, sua paixão pela cultura popular, presente em quinze de seus livros publicados, aliada a sua veia poética, conduziu-o para o segmento de composições de músicas, como letrista.
lij
Mil barulhos faz a floresta! Na narrativa que encanta e comove, o leitor descobre muitas onomatopeias dos mais diversos bichos: um zurro de burro, um arrulho de pombo, um grunhido de porco... E recebe também um alerta: nem sempre o bicho-homem faz dessa sinfonia sua própria música, agindo com atitudes que destroem seu ambiente. Uma bela história, com lindas ilustrações, capaz de disseminar a sustentabilidade dialogando com a infância.