Bifurcações da ordem, As - Revolução, cidade, campo e indignação
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Bifurcações da ordem, As - Revolução, cidade, campo e indignação

Boaventura de Sousa Santos
  • Cód: 9788524925016

Confira algumas páginas

por R$ 72,00 2x de R$ 36,00 sem juros  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Coleção Sociologia Crítica do Direito
  • Autor: Boaventura de Sousa Santos
  • ISBN: 9788524925016
  • Número de páginas: 408
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 350 gramas

SINOPSE A obra trata de um conjunto de livros em que o autor publica os estudos que realizou nas últimas quatro décadas sobre temas da sociologia do direito. Neste livro, analisa, em contextos temporais e espaciais muito distintos, os diferentes e complexos modos como a ordem jurídica, o direito e os tribunais refletem os processos de transformação social e simultaneamente os influenciam. As condições dentro das quais o direito pode ser mobilizado para melhorar a de vida dos grupos e classes sociais mais vulneráveis, diminuir a injustiça social, a desigualdade e a discriminação são condições muito exigentes, e a experiência social e política dos anos mais recentes faz prever que tais condições sejam cada vez mais difíceis de obter e que, consequentemente, o direito sirva cada vez mais incondicionalmente os interesses das classes dominantes e das forças conservadoras, tanto no plano social como nos planos político e cultural. No entando, a tensão entre usos hegemônicos e usos contra-hegemônicos permanece, como alguns dos estudos incluídos neste livro revelam.

Boaventura de Sousa Santos

Boaventura de Sousa Santos, é sociólogo, doutorado pela Universidade de Yale, é Professor catedrático da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e Distinguished Legal Scholar da Universidade de Wisconsin (EUA). Diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, onde dirige também o Observatório Permanente da justiça.
A obra trata de um conjunto de livros em que o autor publica os estudos que realizou nas últimas quatro décadas sobre temas da sociologia do direito. Neste livro, analisa, em contextos temporais e espaciais muito distintos, os diferentes e complexos modos como a ordem jurídica, o direito e os tribunais refletem os processos de transformação social e simultaneamente os influenciam. As condições dentro das quais o direito pode ser mobilizado para melhorar a de vida dos grupos e classes sociais mais vulneráveis, diminuir a injustiça social, a desigualdade e a discriminação são condições muito exigentes, e a experiência social e política dos anos mais recentes faz prever que tais condições sejam cada vez mais difíceis de obter e que, consequentemente, o direito sirva cada vez mais incondicionalmente os interesses das classes dominantes e das forças conservadoras, tanto no plano social como nos planos político e cultural. No entando, a tensão entre usos hegemônicos e usos contra-hegemônicos permanece, como alguns dos estudos incluídos neste livro revelam.

Quem viu, viu também