Bota a calça, calça a bota
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Bota a calça, calça a bota

Claudio Martins
  • Cód: 9788524919763

Aprenda com a história

por R$ 32,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Claudio Martins
  • Ilustrador: Claudio Martins
  • ISBN: 9788524919763
  • Número de páginas: 24
  • Formato: 20.00 x 21.00
  • Peso: 110 gramas

SINOPSE Brincando sem parar, o menino suja a roupa e se suja todo! É preciso tomar banho, mas como fazê-lo, se a imaginação e as brincadeiras só aumentam?

Claudio Martins

Cláudio Martins nasceu em Juiz de Fora MG em 1948. Formou-se em Desenho Industrial no ano de 1974. Ilustrador de aproximadamente 300 livros infantis, 1000 capas de livros de várias editoras e autor de 40 livros infantis. Premiado pela participação na Bienal de São Paulo (1972), selecionado para o Prêmio Catalunia de Ilustração na Espanha (1989), participação na lista de honra do IBBY (Internacional Board on Books for Young Peoples) na Suiça, que a cada dois anos seleciona dentre todos os seus paises, os cem melhores ilustradores, tradutores e autores, Prêmio Octogone-Literatura de Transgressão na França, Prêmio Jabuti (Ilustração)- Câmara Brasileira do Livro (1991/1992), Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte), Prêmio Autor Revelação e Prêmio Melhor Livro Para Crianças: "Eu e miha luneta" FNLIJ, Prêmio Adolfo Aizem ilustração união brasileira de escritores (1993/1994/2004), participação em feiras de livros, Catalunia, Frankfurt, Bolonha, Gotemburgo, Quito, Bratislava, entre outras.
Brincando sem parar, o menino suja a roupa e se suja todo! É preciso tomar banho, mas como fazê-lo, se a imaginação e as brincadeiras só aumentam?