Ciço na guerra dos rebeldes
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Ciço na guerra dos rebeldes

Flávio Paiva
  • Cód: 9788524921841

Confira algumas páginas

Esquenta Black Friday - Livro 36 - 9,9
de R$ 36,00por R$ 9,90 Economize R$ 26,10

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Flávio Paiva
  • ISBN: 9788524921841
  • Número de páginas: 96
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 190 gramas

SINOPSE Ciço nem desconfiava da aventura que seria sua vida quando teve a visão da copa de um pé de juazeiro, na qual, no lugar de juás, enxergou muitos rostos de olhares desesperançados. Aceito o chamado dos desvalidos e, em nome de Deus, enfrentou o papa, abençoou Lampião e inventou uma cidade fora do comum, tornando-se mito da cultura insurgente de um povo que pegou nas armas e abraçou a fé para conquistar o próprio destino. Conheça mais sobre a trajetória do Padre Cícero, um dos mais expressivos mitos populares do Brasil.

Flávio Paiva

Flávio Paiva é Jornalista e escritor cearense, colunista semanal do caderno do jornal O Povo e autor dos livros-CDs Infantis e juvenis "Flor de Maravilha(2004), Benedito Bacurau (2005), A festa do Saci (2007) e A Casa do meu melhor amigo (2010)", todos editados pela Cortez Editora (São Paulo), e "Se você fosse um Saci (2012)", em edição do Armazém da Cultura (Fortaleza). Sobre infância, escreveu "Eu era assim 0 infância, cultura e consumismo (Cortez Editora, 2009)". É membro do conselho do projeto Criança e Consumo, do Instituto Alana, São Paulo. www.flaviopaiva.com.br
Ciço nem desconfiava da aventura que seria sua vida quando teve a visão da copa de um pé de juazeiro, na qual, no lugar de juás, enxergou muitos rostos de olhares desesperançados. Aceito o chamado dos desvalidos e, em nome de Deus, enfrentou o papa, abençoou Lampião e inventou uma cidade fora do comum, tornando-se mito da cultura insurgente de um povo que pegou nas armas e abraçou a fé para conquistar o próprio destino. Conheça mais sobre a trajetória do Padre Cícero, um dos mais expressivos mitos populares do Brasil.