Contos de mistério & assombros
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Contos de mistério & assombros

Nelson Albissú
  • Cód: 9788524918704

Aprenda com a história

por R$ 38,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Nelson Albissú
  • Ilustrador: Mirella Spinelli
  • ISBN: 9788524918704
  • Número de páginas: 120
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 200 gramas

SINOPSE Não é fácil encontrar um bom contador de histórias como havia antigamente, quando as pessoas se sentavam para ouvi-las e contá-las. Garimpando aqui e ali, acabamos encontrando artistas dessa arte da oralidade, capazes de uma fluência tão fantástica que nos é impossível reproduzir na escrita o mesmo encanto das representações de seus contadores. Por isso, só mesmo com a pretensão de que essas joias do imaginário popular não desapareçam com o fim dos contadores, é que o autor se encorajou a escrevê-las.

Nelson Albissú

Nelson Albissú é mestre em Artes Cênicas, formado pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Escreveu mais de cinco dezenas de livros infantojuvenis, muitos deles presentes há mais de 25 anos em catálogos de várias editoras. Foi dramaturgo de dezesseis peças que ascenderam ao palco, algumas das quais conquistaram prêmios importantes na dramaturgia brasileira. Também atuou como roteirista de televisão, durante anos, escrevendo textos para crianças e adultos. Atualmente, exerce a função de Diretor de Cultura, na Secretaria de Cultura de Mogi das Cruzes (SP), é professor universitário e diretor de teatro. Recentemente, sua paixão pela cultura popular, presente em quinze de seus livros publicados, aliada a sua veia poética, conduziu-o para o segmento de composições de músicas, como letrista.
Não é fácil encontrar um bom contador de histórias como havia antigamente, quando as pessoas se sentavam para ouvi-las e contá-las. Garimpando aqui e ali, acabamos encontrando artistas dessa arte da oralidade, capazes de uma fluência tão fantástica que nos é impossível reproduzir na escrita o mesmo encanto das representações de seus contadores. Por isso, só mesmo com a pretensão de que essas joias do imaginário popular não desapareçam com o fim dos contadores, é que o autor se encorajou a escrevê-las.