Da autoridade pedagógica à amizade intelectual uma plataforma para éthos docente
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Da autoridade pedagógica à amizade intelectual uma plataforma para éthos docente

Julio Groppa Aquino
  • Cód: 9788524922015

Confira algumas páginas

por R$ 52,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Coleção Docência em Formação
  • Autor: Julio Groppa Aquino
  • ISBN: 9788524922015
  • Número de páginas: 200
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 300 gramas

SINOPSE Esta obra discorre sobre o ponto crucial do processo pedagógico: a relação do professor e do aprendiz. Essa marcante discussão ocorre no contexto atual do que tem sido chamado de "a crise da educação". Analista, questiona e realiza um reposicionamento da autoridade intelectual do professor em tempos nos quais a negligência, a agressividade, a estereotipia parecem marcar as relações pedagógicas, atingindo tanto os professores quanto os alunos. Para aqueles que buscam fugir desse destino e conferir à experiência pedagógica o valor de descoberta e de ampliação de olhares, este livro representa um referencial precioso.

Julio Groppa Aquino

Julio Groppa Aquino, é livre-docente 3 da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, com mestrado e doutorado em Psicologia Escolar pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, bem como pós-doutorado pela Universidade de Barcelona. Pesquisador do CNPq e da Fapesp. Vem desenvolvendo trabalhos de pesquisa voltados à apropriação do pensamento foucaultiano na pesquisa educacional brasileira, bem como aos processos de governamentalização em curso na atualidade educacional, especialmente aqueles em torno das práticas de escrita. É autor, co-autor e organizador de um conjunto de artigos, livros e capítulos, sempre com vistas a uma crítica sistemática à mentalidade educacional em voga, tanto em sua versão formal quanto na não formal, conclamando uma reinvenção radical dos modos de endereçamento às novas gerações.
.
Esta obra discorre sobre o ponto crucial do processo pedagógico: a relação do professor e do aprendiz. Essa marcante discussão ocorre no contexto atual do que tem sido chamado de "a crise da educação". Analista, questiona e realiza um reposicionamento da autoridade intelectual do professor em tempos nos quais a negligência, a agressividade, a estereotipia parecem marcar as relações pedagógicas, atingindo tanto os professores quanto os alunos. Para aqueles que buscam fugir desse destino e conferir à experiência pedagógica o valor de descoberta e de ampliação de olhares, este livro representa um referencial precioso.