Educação e supervisão - o trabalho coletivo na escola
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Educação e supervisão - o trabalho coletivo na escola

Nilda Alves
  • Cód: 9788524918568

por R$ 48,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coordenador: Nilda Alves
  • ISBN: 9788524918568
  • Número de páginas: 136
  • Formato: 14.00 x 21.00
  • Peso: 180 gramas

SINOPSE Qual o papel do Supervisor Educacional brasileiro no projeto pedagógico criativo de educadores e educandos? Muitas vezes, o Supervisor Escolar é visto como o responsável por vigiar e criticar o trabalho do professor. No entanto, o principal papel deste profissional é construir para a melhoria do processo educacional, levando em consideração a relação professor-supervisor, professor-gestor, professor-professor e professor-aluno. Nesta obra, faz-se uma análise histórica do trabalho do Supervisor Escolar, em seguida, desenvolve-se uma análise da rotina escolar, levando em consideração os papéis dos atores escolares. Por fim, reflete-se sobre a influência do papel do Supervisor Escolar em relação ao processo de resiliência do professor.

Qual o papel do Supervisor Educacional brasileiro no projeto pedagógico criativo de educadores e educandos? Muitas vezes, o Supervisor Escolar é visto como o responsável por vigiar e criticar o trabalho do professor. No entanto, o principal papel deste profissional é construir para a melhoria do processo educacional, levando em consideração a relação professor-supervisor, professor-gestor, professor-professor e professor-aluno. Nesta obra, faz-se uma análise histórica do trabalho do Supervisor Escolar, em seguida, desenvolve-se uma análise da rotina escolar, levando em consideração os papéis dos atores escolares. Por fim, reflete-se sobre a influência do papel do Supervisor Escolar em relação ao processo de resiliência do professor.