Educação, escola e docência - novos tempos, novas atitudes
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Educação, escola e docência - novos tempos, novas atitudes

Mario Sergio Cortella
  • Cód: 9788524921926

Confira algumas páginas

por R$ 38,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Mario Sergio Cortella
  • ISBN: 9788524921926
  • Número de páginas: 128
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 220 gramas

SINOPSE Atento às reconfigurações do cotidiano, o autor propõe uma parceria entre escola e família para a promoção de uma educação que retome seu sentido humanista.

Mario Sergio Cortella

Mario Sergio Cortella, possui graduação em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1975), Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1989) sob a orientação do Prof. Dr. Moacir Gadotti e Doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997) sob a orientação do Prof. Dr. Paulo Freire. Professor-titular do Departamento de Fundamentos da Educação e da Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, na qual atuou por 35 anos (de 1977 até 2012), sendo que em 30 deles também no Departamento de Teologia e Ciências da Religão. Foi Secretário Municipal de Educação de São Paulo (1991/1992) e Membro-conselheiro do Conselho Técnico Científico Educação Básica da CAPES/MEC (2008/2010); tem experiência na área de Educação, com ênfase em Currículos Específicos para Níveis e Tipos de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação libertadora, ética, multiculturalidade, antropologia filosófica, epistemologia e currículo.
Atento às reconfigurações do cotidiano, o autor propõe uma parceria entre escola e família para a promoção de uma educação que retome seu sentido humanista.