Educação física escolar - relações de gênero em jogo
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Educação física escolar - relações de gênero em jogo

Helena Altmann
  • Cód: 9788524923401

Confira algumas páginas

por R$ 36,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Coleção Educação & Saúde
  • Autor: Helena Altmann
  • ISBN: 9788524923401
  • Número de páginas: 176
  • Formato: 14.00 x 21.00
  • Peso: 220 gramas

SINOPSE Historicamente, a prática esportiva é originalmente masculina, não apenas porque praticada por homens, mas também por estar imbuída de qualidades e valores tidos como masculinos, tais como coragem, força, velocidade, combatividade, companheirismo, superação. Por outro lado, é possível afirmar que mulheres e meninas têm conquistado espaço no mundo esportivo. As aulas de educação física e outros espaços esportivos na escola são palco dessa transformação, em que o corpo pode se tornar habilidoso, ampliando suas possibilidades. Em outras palavras, constituir-se ágil, hábil, adotar uma postura competitiva e de enfrentamento são estratégias adotadas por meninas, meninos e atletas para conquistar um lugar no jogo. Este livro analisa como as relações de gênero atravessam as práticas corporais, em especial, o esporte. Sem dúvida, gênero é um marcador social de diferenças imprescindíveis para compreender e intervir pedagogicamente na educação física escolar.

Helena Altmann

Helena Altmann é professora da Unicamp, onde atua na Faculdade de Educação Física e no Programa de Pós-graduação em Educação. É formada em Educação Física pela UFRGS; mestre em Educação pela UFMG e doutora em Educação pela PUC-Rio. Tem pesquisas desenvolvidas sobre gênero, sexualidade e suas interfaces com a educação e a educação física, cujos resultados vêm sendo publicados em periódicos científicos. Além de atuar no ensino na graduação e na pós-graduação, tem experiência na elaboração de materiais didáticos para cursos de educação a distância dentro dessas temáticas.
Historicamente, a prática esportiva é originalmente masculina, não apenas porque praticada por homens, mas também por estar imbuída de qualidades e valores tidos como masculinos, tais como coragem, força, velocidade, combatividade, companheirismo, superação. Por outro lado, é possível afirmar que mulheres e meninas têm conquistado espaço no mundo esportivo. As aulas de educação física e outros espaços esportivos na escola são palco dessa transformação, em que o corpo pode se tornar habilidoso, ampliando suas possibilidades. Em outras palavras, constituir-se ágil, hábil, adotar uma postura competitiva e de enfrentamento são estratégias adotadas por meninas, meninos e atletas para conquistar um lugar no jogo. Este livro analisa como as relações de gênero atravessam as práticas corporais, em especial, o esporte. Sem dúvida, gênero é um marcador social de diferenças imprescindíveis para compreender e intervir pedagogicamente na educação física escolar.