Educação por vir, A - experiências com o cinema
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Educação por vir, A - experiências com o cinema

Julio Groppa Aquino
  • Cód: 9788524917769

por R$ 56,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Organizador: Julio Groppa Aquino
  • ISBN: 9788524917769
  • Número de páginas: 320
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 470 gramas

SINOPSE A partir de dois eixos dedicados, respectivamente, às saturações do controle e às fabulações da resistência, esse livro traça uma cartografia das linhas de poder/saber que incidem sobre os dispositivos de subjetivação na atualidade. No intuito de perspectivar um outro campo possível para o presente educacional, analisam-se 18 obras cinematográficas de ficção científica, de acordo com o pressuposto de que tais narrativas fazem reverberar certas relações de força atuantes nos processos de governamentalização contemporâneos, bem como suas múltiplas implicações para as práticas educacionais. O trabalho é resultado de um esforço coletivo que envolveu duas dezenas de pesquisadores ligados ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da USP.

Julio Groppa Aquino

Julio Groppa Aquino, é livre-docente 3 da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, com mestrado e doutorado em Psicologia Escolar pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, bem como pós-doutorado pela Universidade de Barcelona. Pesquisador do CNPq e da Fapesp. Vem desenvolvendo trabalhos de pesquisa voltados à apropriação do pensamento foucaultiano na pesquisa educacional brasileira, bem como aos processos de governamentalização em curso na atualidade educacional, especialmente aqueles em torno das práticas de escrita. É autor, co-autor e organizador de um conjunto de artigos, livros e capítulos, sempre com vistas a uma crítica sistemática à mentalidade educacional em voga, tanto em sua versão formal quanto na não formal, conclamando uma reinvenção radical dos modos de endereçamento às novas gerações.
A partir de dois eixos dedicados, respectivamente, às saturações do controle e às fabulações da resistência, esse livro traça uma cartografia das linhas de poder/saber que incidem sobre os dispositivos de subjetivação na atualidade. No intuito de perspectivar um outro campo possível para o presente educacional, analisam-se 18 obras cinematográficas de ficção científica, de acordo com o pressuposto de que tais narrativas fazem reverberar certas relações de força atuantes nos processos de governamentalização contemporâneos, bem como suas múltiplas implicações para as práticas educacionais. O trabalho é resultado de um esforço coletivo que envolveu duas dezenas de pesquisadores ligados ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da USP.