Escola e o conhecimento, A - fundamentos epistemológicos e políticos
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Escola e o conhecimento, A - fundamentos epistemológicos e políticos

Mario Sergio Cortella
  • Cód: 9788524924477

Confira algumas páginas

Férias - Acadêmicos
de R$ 41,00por R$ 30,75 Economize R$ 10,25

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Mario Sergio Cortella
  • ISBN: 9788524924477
  • Número de páginas: 168
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 260 gramas

SINOPSE Inspirado na "sedução da esperança". da qual Paulo Freire é a gênese, este livro de Mario Sergio Cortella tem como objetivo central analisar a questão do conhecimento no interior da Escola, do ponto de vista de alguns de seus fundamentos epistemológicos e políticos (enquanto produção e apropriação da Cultura), de modo a subsidiar as educadoras e os educadores na reflexão sobre o sentido social concreto do que fazem. A tese fundamental é que o Conhecimento é uma construção cultural (portanto, social e histórica), e a Escola (como veículo que o transporta) tem um comprometimento político de caráter conservador e inovador que se expressa também no modo como esse mesmo conhecimento é compreendido, selecionado, transmitido e recriado.

Mario Sergio Cortella

Mario Sergio Cortella, possui graduação em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1975), Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1989) sob a orientação do Prof. Dr. Moacir Gadotti e Doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997) sob a orientação do Prof. Dr. Paulo Freire. Professor-titular do Departamento de Fundamentos da Educação e da Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, na qual atuou por 35 anos (de 1977 até 2012), sendo que em 30 deles também no Departamento de Teologia e Ciências da Religão. Foi Secretário Municipal de Educação de São Paulo (1991/1992) e Membro-conselheiro do Conselho Técnico Científico Educação Básica da CAPES/MEC (2008/2010); tem experiência na área de Educação, com ênfase em Currículos Específicos para Níveis e Tipos de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação libertadora, ética, multiculturalidade, antropologia filosófica, epistemologia e currículo.
ne
Inspirado na "sedução da esperança". da qual Paulo Freire é a gênese, este livro de Mario Sergio Cortella tem como objetivo central analisar a questão do conhecimento no interior da Escola, do ponto de vista de alguns de seus fundamentos epistemológicos e políticos (enquanto produção e apropriação da Cultura), de modo a subsidiar as educadoras e os educadores na reflexão sobre o sentido social concreto do que fazem. A tese fundamental é que o Conhecimento é uma construção cultural (portanto, social e histórica), e a Escola (como veículo que o transporta) tem um comprometimento político de caráter conservador e inovador que se expressa também no modo como esse mesmo conhecimento é compreendido, selecionado, transmitido e recriado.