Estratégias em serviço social
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Estratégias em serviço social

VICENTE DE PAULA FALEIROS
  • Cód: 9788524906671

por R$ 51,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: VICENTE DE PAULA FALEIROS
  • ISBN: 9788524906671
  • Número de páginas: 208
  • Formato: 14.00 x 21.00
  • Peso: 260 gramas

SINOPSE O livro apresenta como ponto de articulação a permanente relação entre história, estratégias e teoria, e evidencia um posicionamento teórico-político no sentido de se trabalhar o fortalecimento dos oprimidos na estratégia de aliança entre profissional e usuário.

VICENTE DE PAULA FALEIROS

Vicente de Paula Faleiros é autor de vários livros de política social e de serviço social, entre os quais Estratégias em Serviço Social pela Cortez Editora. É bacharel em Serviço Social e Direito, com especialização em Economia, doutorado em Sociologia (Universidade de Montréal, 1984) e pós-doutorado em Ciência Política em Paris (1991) na École des Hautes Études en Scienses Sociales. Já publicou mais de 50 artigos em revistas especializadas. Conferencista convidado de várias universidades, ministrou palestras na Suécia, na França, em Portugal, no Canadá, no Chile, na Argentina, no Peru, no México e em instituições de formação e prática de todo o território brasileiro. É consultor e pesquisador associado da Universidade de Brasília e do Cecria - Centro de Referências, Ações e Estudos sobre Crianças e Adolescentes, tendo se aposentado como Professor Titular da Universidade de Brasília após uma carreira universitária de docência, pesquisa e extensão.
O livro apresenta como ponto de articulação a permanente relação entre história, estratégias e teoria, e evidencia um posicionamento teórico-político no sentido de se trabalhar o fortalecimento dos oprimidos na estratégia de aliança entre profissional e usuário.