Experiências internacionais de participação
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Experiências internacionais de participação

Eduardo Moreira da Silva, Eleonora Schettini Martins Cunha
  • Cód: 9788524915833

Semana das Ciências Sociais
de R$ 30,00por R$ 21,00 Economize R$ 9,00

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Coleção Pensando a Democracia Participativa
  • Organizador: Eduardo Moreira da Silva, Eleonora Schettini Martins Cunha
  • ISBN: 9788524915833
  • Número de páginas: 200
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 310 gramas

SINOPSE Este livro reúne um conjunto de artigos que analisam experiências recentes, como os orçamentos Participativos e Práticas inovadoras, desenvolvidas na Europa e na América Latina, que têm como principal motivação o estímulo à participação social como meio de renovação da democracia. Esses artigos contribuem significativamente para aprofundar a discussão acadêmica sobre a democracia, entendendo que a participação e representação são elementos essenciais do processo político. As reflexões dos autores são de grande relevância para aqueles que são responsáveis pela implantação e gestão de inovações no campo da democracia, por apresentar ao leitor uma visão aprofundada dos problemas e potencialidades dessas inovações democráticas. A obra apresenta, de forma inovadora, três perspectivas de análise da participação. A primeira elaborada por intelectuais, a segunda, por membros do governo, e a terceira, pela sociedade civil.

Este livro reúne um conjunto de artigos que analisam experiências recentes, como os orçamentos Participativos e Práticas inovadoras, desenvolvidas na Europa e na América Latina, que têm como principal motivação o estímulo à participação social como meio de renovação da democracia. Esses artigos contribuem significativamente para aprofundar a discussão acadêmica sobre a democracia, entendendo que a participação e representação são elementos essenciais do processo político. As reflexões dos autores são de grande relevância para aqueles que são responsáveis pela implantação e gestão de inovações no campo da democracia, por apresentar ao leitor uma visão aprofundada dos problemas e potencialidades dessas inovações democráticas. A obra apresenta, de forma inovadora, três perspectivas de análise da participação. A primeira elaborada por intelectuais, a segunda, por membros do governo, e a terceira, pela sociedade civil.