Expropriação e direitos no capitalismo
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Expropriação e direitos no capitalismo

Ivanete Boschetti / CNPQ
  • Cód: 9788524927096

Confira algumas páginas

por R$ 68,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Ivanete Boschetti / CNPQ
  • ISBN: 9788524927096
  • Número de páginas: 368
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 550 gramas

SINOPSE O livro Expropriação e direitos no capitalismo reúne artigos de 14 pesquisadores/as distribuídos em 12 capítulos, sob a organização da professora Ivanete Boschetti. Tendo como fio condutor a abordagem marxista, a coletânea traz para o tempo presente a categoria expropriação desenvolvida por Karl Marx.

A relação entre direitos e expropriações é problematizada à luz das polêmicas sobre sua capacidade de explicar os mecanismos atuais de exploração da força de trabalho e dos processos que retiram os direitos e as políticas sociais dos/as trabalhadores/as. Com embasamento no pensamento crítico, os capítulos apresentam uma relação dialética entre o desmonte dos direitos e das políticas sociais, em tempos de contrarreformas do Estado, e o processo de acumulação capitalista.

Temos aqui um fecundo e rigoroso debate sobre as expropriações, como elemento central, no processo contemporâneo de acumulação do capital diante de um Estado Social transmutado na sua condução das políticas sociais, que são reduzidas e privatizadas, enfraquecendo o acesso da classe trabalhadora ao fundo público e submetendo-a às mais perversas condições de exploração.

O/a leitor/a tem em suas mãos um instigante livro de homens e mulheres que ousam, em tempos de conservadorismo e de ataques ao pensamento crítico, trazer ao público reflexões que ultrapassam os “muros da academia” e fortalecem as lutas e resistências da classe trabalhadora na defesa dos direitos e de superação do capitalismo.

Ivanete Boschetti / CNPQ

Ivanete Boschetti é professora adjunta do Departamento de Serviço Social e coordenadora do programa de Pós-graduação em Política Social da UnB. É doutora em sociologia pela Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales de Paris e coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Seguridade Social e Trabalho (GESST/UnB). Foi presidente da ABEPSS (1998/2000) e atualmente é vice-presidente do CFESS (2005/2008). É autora de livros e diversos artigos na área da seguridade social e assistência social.
O livro Expropriação e direitos no capitalismo reúne artigos de 14 pesquisadores/as distribuídos em 12 capítulos, sob a organização da professora Ivanete Boschetti. Tendo como fio condutor a abordagem marxista, a coletânea traz para o tempo presente a categoria expropriação desenvolvida por Karl Marx.

A relação entre direitos e expropriações é problematizada à luz das polêmicas sobre sua capacidade de explicar os mecanismos atuais de exploração da força de trabalho e dos processos que retiram os direitos e as políticas sociais dos/as trabalhadores/as. Com embasamento no pensamento crítico, os capítulos apresentam uma relação dialética entre o desmonte dos direitos e das políticas sociais, em tempos de contrarreformas do Estado, e o processo de acumulação capitalista.

Temos aqui um fecundo e rigoroso debate sobre as expropriações, como elemento central, no processo contemporâneo de acumulação do capital diante de um Estado Social transmutado na sua condução das políticas sociais, que são reduzidas e privatizadas, enfraquecendo o acesso da classe trabalhadora ao fundo público e submetendo-a às mais perversas condições de exploração.

O/a leitor/a tem em suas mãos um instigante livro de homens e mulheres que ousam, em tempos de conservadorismo e de ataques ao pensamento crítico, trazer ao público reflexões que ultrapassam os “muros da academia” e fortalecem as lutas e resistências da classe trabalhadora na defesa dos direitos e de superação do capitalismo.