Feminismo e consciência de classe no Brasil
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Feminismo e consciência de classe no Brasil

Mirla Cisne
  • Cód: 9788524927102

Confira algumas páginas

por R$ 58,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Mirla Cisne
  • ISBN: 9788524927102
  • Número de páginas: 288
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 410 gramas

SINOPSE Nesta obra, Mirla Cisne apresenta um brilhante estudo dos movimentos de mulheres brasileiras. Com radicalidade e ousadia, debruça-se sobre a formação da consciência militante feminista na luta de classes. O resultado é uma obra vibrante, que aponta os desafios da construção do sujeito revolucionário, individual e coletivo.
Ancorada no pensamento crítico feminista brasileiro e no feminismo materialista francófono, reivindica a categoria relações sociais de sexo (e não a de gênero) para fundamentar a materialidade da exploração e da dominação das mulheres - e a contradição, o antagonismo e o conflito que implicam. Dimensões frequentemente banidas do debate teórico pelo predomínio das análises funcionalistas liberais ou culturais da pós-modernidade.
Unindo densidade teoria e leveza na escrita, esta obra abre-se a leitoras e leitores com breves e longos percursos de formação. É uma leitura indispensável para o Serviço Social e para todos e todas engajados na transformação do mundo pelo feminismo e pelo socialismo.

Verônica Ferreira
Assistente social, militante feminista.

Nesta obra, Mirla Cisne apresenta um brilhante estudo dos movimentos de mulheres brasileiras. Com radicalidade e ousadia, debruça-se sobre a formação da consciência militante feminista na luta de classes. O resultado é uma obra vibrante, que aponta os desafios da construção do sujeito revolucionário, individual e coletivo.
Ancorada no pensamento crítico feminista brasileiro e no feminismo materialista francófono, reivindica a categoria relações sociais de sexo (e não a de gênero) para fundamentar a materialidade da exploração e da dominação das mulheres - e a contradição, o antagonismo e o conflito que implicam. Dimensões frequentemente banidas do debate teórico pelo predomínio das análises funcionalistas liberais ou culturais da pós-modernidade.
Unindo densidade teoria e leveza na escrita, esta obra abre-se a leitoras e leitores com breves e longos percursos de formação. É uma leitura indispensável para o Serviço Social e para todos e todas engajados na transformação do mundo pelo feminismo e pelo socialismo.

Verônica Ferreira
Assistente social, militante feminista.