Formação de professores - pensar e fazer
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Formação de professores - pensar e fazer

Nilda Alves
  • Cód: 9788524917264

por R$ 36,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Nova Coleção Questões da Nossa Época
  • Organizador: Nilda Alves
  • ISBN: 9788524917264
  • Número de páginas: 112
  • Formato: 14.00 x 21.00
  • Peso: 150 gramas

SINOPSE O capital sempre procurou sonegar instrução. No entanto, o novo padrão de exploração com uso de tecnologia sofisticada - que altera a composição orgânica do capital pela complexificação e valorização do capital fixo - exige que a "torneira da instrução" seja aberta um pouco mais, para formar o novo trabalhador que está sendo aguardado na produção. A questão que se coloca para o capital é: como instruir um pouco mais sem aumentar o grau de conscientização das classes populares? Nossa hipótese é que uma vez que o capital não pode deixar de instruir um pouco mais, ele vai querer controlar um pouco mais a agência escola, de forma a garantir a veiculação de seu projeto político.

O capital sempre procurou sonegar instrução. No entanto, o novo padrão de exploração com uso de tecnologia sofisticada - que altera a composição orgânica do capital pela complexificação e valorização do capital fixo - exige que a "torneira da instrução" seja aberta um pouco mais, para formar o novo trabalhador que está sendo aguardado na produção. A questão que se coloca para o capital é: como instruir um pouco mais sem aumentar o grau de conscientização das classes populares? Nossa hipótese é que uma vez que o capital não pode deixar de instruir um pouco mais, ele vai querer controlar um pouco mais a agência escola, de forma a garantir a veiculação de seu projeto político.