História oral na pesquisa em serviço social, A
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

História oral na pesquisa em serviço social, A

Amor António Monteiro, Maria Lúcia Martinelli, Neusa Cavalcante Lima, Rodrigo Diniz
  • Cód: 9788524927508

Confira algumas páginas

por R$ 68,00 2x de R$ 34,00 sem juros  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Organizador: Neusa Cavalcante Lima, Rodrigo Diniz, Amor António Monteiro, Maria Lúcia Martinelli
  • ISBN: 9788524927508
  • Número de páginas: 344
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 510 gramas

SINOPSE Esta coletânea reúne reflexões em torno da beleza, do mistério e da experiência sobre sujeitos, cujas vivências tornadas visíveis pela palavra escrita (e pela academia), raramente serão lidas por eles e ou aqueles, a partir dos quais realizamos nossas pesquisas. É disso que trata este trabalho coletivo: do desafio e da importância da história oral aliada ao cotidiano de vivência dos sujeitos, que possibilitam trazer à tona outros modos de construção do conhecimento. Faz lembrar Giorgio Agamben (O fogo e o relato, 2018), ao decifrar uma abordagem em torno do estatuto especial de um livro destinado a “olhos que não podem lê-lo”, revelando que é “isso que torna sua escrita mais interessante do que a que foi escrita somente para quem sabe ou pode ler”.

Maria Lúcia Martinelli

Maria Lucia Martinelli possui graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1966), mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1977), doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988) e pós-doutorado em Fundamentos Políticos das Ideias Contemporâneas pelo Instituto de Estudos Avançados, Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é professora associada da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, atuando como professora, pesquisadora e orientadora de Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Serviço Social desde 1989. Responsável pela criação e coordenação do Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre Identidade, Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, desde 1991. Professora Emérita da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, desde 2008. Professora do Curso de Pós-Graduação em Trabalho Social da Universidade Nacional de La Plata, Argentina, desde 1995. Professora de Cursos de Pós-Graduação em Serviço Social em universidades brasileiras, latino-americanas e portuguesas. Pesquisadora no âmbito do Projeto de Cooperação Acadêmica, financiado pela Coordenadoria de Aperfeiçoamento do Pessoal de Ensino Superior -CAPES, 2011/2015, sobre Espaços Sócio-ocupacionais e tendências do mercado de trabalho do Serviço Social no contexto da reconfiguração das políticas sociais.
Esta coletânea reúne reflexões em torno da beleza, do mistério e da experiência sobre sujeitos, cujas vivências tornadas visíveis pela palavra escrita (e pela academia), raramente serão lidas por eles e ou aqueles, a partir dos quais realizamos nossas pesquisas. É disso que trata este trabalho coletivo: do desafio e da importância da história oral aliada ao cotidiano de vivência dos sujeitos, que possibilitam trazer à tona outros modos de construção do conhecimento. Faz lembrar Giorgio Agamben (O fogo e o relato, 2018), ao decifrar uma abordagem em torno do estatuto especial de um livro destinado a “olhos que não podem lê-lo”, revelando que é “isso que torna sua escrita mais interessante do que a que foi escrita somente para quem sabe ou pode ler”.