Internetês na escola, O
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Internetês na escola, O

Fabiana Komesu
  • Cód: 9788524923593

Confira algumas páginas

por R$ 46,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Coleção Trabalhando com... na escola
  • Autor: Fabiana Komesu
  • ISBN: 9788524923593
  • Número de páginas: 136
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 220 gramas

SINOPSE A principal característica da obra é a de transformar o internetês em um objeto de estudo da aula de Língua Portuguesa. A leitura possibilitará ao professor um outro olhar para o internetês, levando-o a propor atividades didáticas centradas nessa prática letrada típica de interações mediadas por tecnologias de comunicação entre interlocutores que se consideram próximos entre si ou que se querem fazer próximos. As autoras mostram como o internetês é uma prática letrada heterogênea, formada por diferentes recursos linguísticos, discursivos e comunicativos, da mesma maneira como outras práticas letradas que estão na base de outras interações sociais. Sendo assim, a proposta é para que o professor de Língua Portuguesa se lance, junto com os alunos, à tarefa de observar e compreender de forma sistemática o internetês, é um desafio para todos os que estão envolvidos com a educação linguística dos sujeitos no Brasil. Um desafio que vale a pena enfrentar para que possamos superar os preconceitos linguísticos tão presentes na sociedade brasileira.

Fabiana Komesu

Fabiana Komesu é professora na Unesp desde 2006. Fez doutorado em Linguística na Unicamp, com estágio na Université de Paris XII (França), e pós-doutorado em Linguística Aplicada na USP. Vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Unesp. É líder do grupo de pesquisa “Práticas de leitura e escrita em contexto digital” (CNPq/Unesp), pesquisadora dos grupos “Estudos sobre a Linguagem” (CNPq/Unesp) e “Núcleo de Estudos de Hipertexto e Tecnologia Educacional” (CNPq/UFPE). Tem artigos, capítulos de livro e livros publicados sobre os temas letramento, escrita, discurso, internet.
A principal característica da obra é a de transformar o internetês em um objeto de estudo da aula de Língua Portuguesa. A leitura possibilitará ao professor um outro olhar para o internetês, levando-o a propor atividades didáticas centradas nessa prática letrada típica de interações mediadas por tecnologias de comunicação entre interlocutores que se consideram próximos entre si ou que se querem fazer próximos. As autoras mostram como o internetês é uma prática letrada heterogênea, formada por diferentes recursos linguísticos, discursivos e comunicativos, da mesma maneira como outras práticas letradas que estão na base de outras interações sociais. Sendo assim, a proposta é para que o professor de Língua Portuguesa se lance, junto com os alunos, à tarefa de observar e compreender de forma sistemática o internetês, é um desafio para todos os que estão envolvidos com a educação linguística dos sujeitos no Brasil. Um desafio que vale a pena enfrentar para que possamos superar os preconceitos linguísticos tão presentes na sociedade brasileira.