Loucura do trabalho, A - estudo de psicopatologia do trabalho
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Loucura do trabalho, A - estudo de psicopatologia do trabalho

Christophe Dejours
  • Cód: 9788524923463

Confira algumas páginas

por R$ 52,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Christophe Dejours
  • ISBN: 9788524923463
  • Número de páginas: 224
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 340 gramas

SINOPSE Este livro tem o mérito fundamental de tratar corajosamente de um assunto que é ainda muito pouco explorado: as relações entre o trabalho e a vida psíquica. Um assunto apaixonante que pode ser a chave para a compreensão de vários pontos ainda obscuros do comportamento humano. As relações entre trabalho e saúde mental, ou seja, o sofrimento que o trabalho acarreta e as estratégias defensivas adotadas pelos trabalhadores são o ponto central deste estudo, recomendado para estudantes e profissionais de sociologia.

Christophe Dejours

Christope Dejours, nasceu em 1949 e vive em Paris. É doutor em medicina, especialista em medicina do trabalho e em psiquiatria e psicanalista. Foi professor na Faculté de Médicine e na École Pratique des Hautes Etudes, de Paris. Atualmente é diretor do Laboratoire de Psychologie do Conservatoire National des Artes et Métiers (CNAM), também em Paris. Além deste "A loucura do Trabalho", editado na França em 1980, publicou "Le corps entre biologie et psychanalyse" (1986), organizou várias obras coletivas "Psychopathologie du Travail" (1985) e "Plaisir et Souffrance dans le Travail" (2 volumes - 1988) e tem centenas de artigos nas mais diversas publicações especializadas desde 1973. Foi organizador de vários eventos pioneiros na área de psicopatologia do trabalho entre eles o I Colóquio sobre Psicopatologia do trabalho em 1984 e as primeiras jornadas de psicologia do trabalho, Ergonomia e Psicopatologia do trabalho, ambos em Paris em 1989. Criou e mantém, com um grupo de colaboradores, a AOCIP (Association pour I' Ouverture de Champs de Investigation Psychopathologique). Já esteve no Brasil por duas vezes, em 1984 e em 1987.
Este livro tem o mérito fundamental de tratar corajosamente de um assunto que é ainda muito pouco explorado: as relações entre o trabalho e a vida psíquica. Um assunto apaixonante que pode ser a chave para a compreensão de vários pontos ainda obscuros do comportamento humano. As relações entre trabalho e saúde mental, ou seja, o sofrimento que o trabalho acarreta e as estratégias defensivas adotadas pelos trabalhadores são o ponto central deste estudo, recomendado para estudantes e profissionais de sociologia.