Marxismo contra positivismo
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Marxismo contra positivismo

Michael Löwy
  • Cód: 9788524926303

Confira algumas páginas

por R$ 52,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Michael Löwy
  • ISBN: 9788524926303
  • Número de páginas: 160
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 250 gramas

SINOPSE Esta coletânea inclui ensaios sobre Marx, Lenin e vários outros autores marxistas. O fio condutor do conjunto é o enfrentamento entre marxismo e positivismo, abordado já no primeiro texto, em relação ao papel do ponto de vista de classe nas ciências sociais. A polêmica com Louis Althusser a propósito de O Capital de Marx também corresponde a esta problemática, assim como o ensaio conclusivo sobre o marxismo antipositivista de Georg Lukács e Antonio Gramsci.

Michael Löwy

Michael Löwy é sociólogo e filósofo brasileiro, vive em Paris desde 1969. Diretor de pesquisas emérito no Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS). Entre suas obras no Brasil: Romantismo e messianismo: ensaios sobre Lukács e Benjamin (1990); Walter Benjamin: aviso de incêndio (2005); A jaula de aço: Max Weber e o marxismo weberiano (2014). Pela Cortez Editora: A evolução política de Lukács (1999); Ideologias e ciência social (20ª ed. 2015); O que é o ecossocialismo? (2014).
Esta coletânea inclui ensaios sobre Marx, Lenin e vários outros autores marxistas. O fio condutor do conjunto é o enfrentamento entre marxismo e positivismo, abordado já no primeiro texto, em relação ao papel do ponto de vista de classe nas ciências sociais. A polêmica com Louis Althusser a propósito de O Capital de Marx também corresponde a esta problemática, assim como o ensaio conclusivo sobre o marxismo antipositivista de Georg Lukács e Antonio Gramsci.