Meio ambiente, desenvolvimento e cidadania - desafios para as Ciências Sociais
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Meio ambiente, desenvolvimento e cidadania - desafios para as Ciências Sociais

Eduardo J. Viola, Héctor R. Leis, Ilse Scherer-Warren, Júlia S. Guivant, Paulo Freire, Paulo José Krischke
  • Cód: 9788524905513

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Paulo Freire, Ilse Scherer-Warren, Eduardo J. Viola, Héctor R. Leis, Júlia S. Guivant, Paulo José Krischke
  • ISBN: 9788524905513
  • Número de páginas: 224
  • Formato: 14.00 x 21.00
  • Peso: 270 gramas

SINOPSE Os textos convergem no reconhecimento do agravamento dos problemas sócio-ambientais na escala planetária relaciona-se a uma crise estrutural dos projetos dominantes de sociedade. Tais problemas revelam também de resistência e criação de estratégias alternativas de ação social e política.

Paulo Freire

Paulo Freire (1921-1997), graduado pela Faculdade de Direito de Recife. Professor de História e Filosofia da Educação da Universidade do Recife. Lecionou na Universidade de Harvard (EUA), na UNICAMP e PUC-SP. Foi Secretário de Educação no Município de São Paulo (1989). Entre as muitas obras: Educação como prática da liberdade (1967); Pedagogia do oprimido (1970); Educação e mudança (1979); Pedagogia da esperança (1992); Pedagogia da autonomia (1997). Pela Cortez Editora destacam-se: A importância do ato de ler em três artigos que se completam (1982); Educação e atualidade brasileira (2001).
Os textos convergem no reconhecimento do agravamento dos problemas sócio-ambientais na escala planetária relaciona-se a uma crise estrutural dos projetos dominantes de sociedade. Tais problemas revelam também de resistência e criação de estratégias alternativas de ação social e política.