Na oficina do sociólogo artesão - aulas 2011-2016
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Na oficina do sociólogo artesão - aulas 2011-2016

Boaventura de Sousa Santos
  • Cód: 9788524927089

Confira algumas páginas

por R$ 78,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Boaventura de Sousa Santos
  • ISBN: 9788524927089
  • Número de páginas: 408
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 600 gramas

SINOPSE Nas palavras de Boaventura: “Este livro pertence-me de uma forma estranha. As aulas e palestras refletem o que eu penso naquele momento de as proferir, um momento de intensa oralidade (nunca leio um texto). Como todos os momentos orais em comunidade de partilha, contém um elemento de aura, a luminosidade que eu absorvo de quem me escuta e me conduz por caminhos de pensamento não antecipados. Raramente falo para. Falo com, e o que digo só parcialmente me pertence.

Por isso só posso referir-me a este livro de forma indireta, como se fosse um contador de histórias, histórias pedagógicas”.

Boaventura de Sousa Santos

Boaventura de Sousa Santos, é sociólogo, doutorado pela Universidade de Yale, é Professor catedrático da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e Distinguished Legal Scholar da Universidade de Wisconsin (EUA). Diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, onde dirige também o Observatório Permanente da justiça.
Nas palavras de Boaventura: “Este livro pertence-me de uma forma estranha. As aulas e palestras refletem o que eu penso naquele momento de as proferir, um momento de intensa oralidade (nunca leio um texto). Como todos os momentos orais em comunidade de partilha, contém um elemento de aura, a luminosidade que eu absorvo de quem me escuta e me conduz por caminhos de pensamento não antecipados. Raramente falo para. Falo com, e o que digo só parcialmente me pertence.

Por isso só posso referir-me a este livro de forma indireta, como se fosse um contador de histórias, histórias pedagógicas”.

Quem viu, viu também