Pequena história da ditadura brasileira (1964-1985)
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Pequena história da ditadura brasileira (1964-1985)

José Paulo Netto
  • Cód: 9788524921971

Confira algumas páginas

por R$ 56,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: José Paulo Netto
  • ISBN: 9788524921971
  • Número de páginas: 344
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 500 gramas

SINOPSE José Paulo Netto reconstrói o cenário dos anos que precederam o Golpe de 64, edificando uma análise que desvela as forças políticas em disputa sob um dado contexto econômico. À época, sob o pretexto da ameaça comunista, mais da metade dos países do continente foram tomados por ditaduras - e todas foram apoiadas, diretamente, pelos Estados Unidos. Porém, se os comunistas estavam prestes a tomar o poder no Brasil, por que não houve resistência? Por que o presidente João Goulart fugiu para o Uruguai? Onde estava a força da esquerda? Ou ainda, qual era a base de apoio de Jango e por que falhou? O autor busca responder essas e outras perguntas, em um texto escrito com clareza e densidade.

José Paulo Netto

José Paulo Netto, nascido no ano de 1947, é Professor titular da Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Doutor em Serviço Social, exerceu o magistério na Europa e na América Latina. É membro do Conselho Editorial de vários periódicos profissionais e da área das Ciências Humanas e tem mais de uma dezena de livros publicados.
José Paulo Netto reconstrói o cenário dos anos que precederam o Golpe de 64, edificando uma análise que desvela as forças políticas em disputa sob um dado contexto econômico. À época, sob o pretexto da ameaça comunista, mais da metade dos países do continente foram tomados por ditaduras - e todas foram apoiadas, diretamente, pelos Estados Unidos. Porém, se os comunistas estavam prestes a tomar o poder no Brasil, por que não houve resistência? Por que o presidente João Goulart fugiu para o Uruguai? Onde estava a força da esquerda? Ou ainda, qual era a base de apoio de Jango e por que falhou? O autor busca responder essas e outras perguntas, em um texto escrito com clareza e densidade.