Planejamento dialógico - como construir o projeto político-pedagógico da escola
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Planejamento dialógico - como construir o projeto político-pedagógico da escola

Paulo Roberto Padilha
  • Cód: 9788524925214

por R$ 59,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Coleção Guia da Escola Cidadã
  • Autor: Paulo Roberto Padilha
  • ISBN: 9788524925214
  • Número de páginas: 184
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 280 gramas

SINOPSE Este livro mostra que na educação o planejamento não pode ser dissociado da construção do projeto político-pedagógico. Uma escola que não consegue se decidir por um projeto educacional caminha sem direção e tem poucas chances de contribuir para a formação cidadã e para o pleno desenvolvimento das atuais e futuras gerações. O planejamento em educação só faz sentido quando elaborado a partir das relações mais fundamentais da escola, as relações da sala de aula, que Padilha chama de “Círculo de Cultura”, utilizando a expressão de Freire. “Aula” tornou-se, há muito tempo, uma palavra estreita, pobre, para caracterizar a complexa atividade que se dá na escola. Paulo Freire, ao falar em “Círculo de Cultura”, já havia percebido isso há 50 anos. O autor deste livro foi muito feliz ao retomar essa noção fundante da pedagogia freiriana, associando-a ao planejamento dialógico, tema tão necessário à formação e à atuação dos atuais e futuros educadores e educadoras.

Paulo Roberto Padilha

Paulo Roberto Padilha, nasceu na capital de São Paulo. É Mestre e Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. É também pedagogo, músico e bacharel em Ciências Contábeis. Como músico, compôs mais de uma centena de músicas e letras. Estudou e desenvolveu atividades com teatro amador durante quatro anos. Trabalhou com atividades administrativas, financeiras e contábeis por doze anos. Desde 1994 é membro efetivo, docente e conferencista do Instituto Paulo Freire, onde já coordenou o Movimento da Escola Cidadã, foi Diretor Pedagógico e, atualmente, é Diretor de Desenvolvimento Institucional. Utiliza em suas conferências palestras, cursos e oficinas, diferentes linguagens artísticas, principalmente a musical, sempre associando arte e educação. Foi docente da rede pública estadual de São Paulo por cinco anos e professor universitário por dez anos. É autor dos livros "Planejamento diálogo:como elaborar o projeto político pedagógico da escola" (SP, Cortez/IPF, 2001;7 ed., em 2007) "Currículo intertranscultural: novos itinerários para a educação (SP, Cortez/IPF, 2004) e organizou com Moacir Gadotti e Alícia Cabezudo, o livro "Cidade Educadora: princípios e propostas (São Paulo, Cortez/IPF, 2004), dentre outras organizações e colaborações em livros e publicação de artigos educacionais em revistas especializadas.
Este livro mostra que na educação o planejamento não pode ser dissociado da construção do projeto político-pedagógico. Uma escola que não consegue se decidir por um projeto educacional caminha sem direção e tem poucas chances de contribuir para a formação cidadã e para o pleno desenvolvimento das atuais e futuras gerações. O planejamento em educação só faz sentido quando elaborado a partir das relações mais fundamentais da escola, as relações da sala de aula, que Padilha chama de “Círculo de Cultura”, utilizando a expressão de Freire. “Aula” tornou-se, há muito tempo, uma palavra estreita, pobre, para caracterizar a complexa atividade que se dá na escola. Paulo Freire, ao falar em “Círculo de Cultura”, já havia percebido isso há 50 anos. O autor deste livro foi muito feliz ao retomar essa noção fundante da pedagogia freiriana, associando-a ao planejamento dialógico, tema tão necessário à formação e à atuação dos atuais e futuros educadores e educadoras.