Preconceito contra homossexualidades - a hierarquia da invisibilidade

Preconceito contra homossexualidades - a hierarquia da invisibilidade

Frederico Viana Machado, Marco Aurélio Máximo Prado
  • Cód: 9788524925870

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Coleção Preconceitos
  • Autor: Marco Aurélio Máximo Prado, Frederico Viana Machado
  • ISBN: 9788524925870
  • Número de páginas: 0
  • Formato: ------
  • Peso: 1000 gramas

SINOPSE As sexualidades sempre foram um tema importante nas dicussões políticas da sociedade, estando hoje, inclusive, com forte presença na mídia. É nesse contexto que fica evidente o quanto os homossexuais tornaram-se um grupo influente, que luta por igualdade de direitos, e que têm imensa relevância no cenário cultural e político.

Frederico Viana Machado

Frederico Viana Machado é mestre em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, pesquisador no Núcleo de Pesquisa em Psicologia Política da UFMG. É professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e psicólogo do Centro de Referência GLBT de Belo Horizonte.

Marco Aurélio Máximo Prado

Marco Aurélio Máximo Prado nasceu em Santos/SP. Doutor em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo com foco em estudos sobre participação social, identidades coletivas e movimentos sociais. Realizou dois estágios internacionais como pesquisador, sendo um no Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra no âmbito da Bolsa "Um Mês no CES" e o outro no Departamento de Sociologia da City University of New York (CUNY). É professor adjunto de Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde é o atual coordenador do Núcleo de Pesquisa em Direitos Humanos e Cidadania GLBT e pesquisador no Núcleo de Pesquisa em Psicologia Política. Atua no programa de Pós-Graduação em Psicologia (Psicologia Social) da UFMG.
As sexualidades sempre foram um tema importante nas dicussões políticas da sociedade, estando hoje, inclusive, com forte presença na mídia. É nesse contexto que fica evidente o quanto os homossexuais tornaram-se um grupo influente, que luta por igualdade de direitos, e que têm imensa relevância no cenário cultural e político.