Puns, punzinhos e pumpunzões
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Puns, punzinhos e pumpunzões

Almir Correia
  • Cód: 9788524920707

Aprenda com a história

por R$ 36,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Almir Correia
  • Ilustrador: Claudio Martins
  • ISBN: 9788524920707
  • Número de páginas: 32
  • Formato: 21.00 x 28.00
  • Peso: 200 gramas

SINOPSE Quem disse que apenas gente solta pum? Não mesmo. Nestes poemas de pum, tem de tudo: pum de cão, de gambá, de canguru e de todo bicho que há. Tem também pum de carro, de avião e de caminhão. Puns, puns e mais puns pra ninguém botar defeito, e alguns que você nem imaginava que existiam.

Almir Correia

Almir Correia nasceu em Ponta Grossa (PR), mora em Curitiba e publica livros desde 1992. Entre eles: Poemas Malandrinhos (Atual/Saraiva), Poemas Sapecas, Rimas Traquinas (Formato/Saraiva) e Anúncios Amorosos dos Bichos (Biruta). Todos receberam a classificação Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infantojuvenil (FNLIJ) e participaram da Feira de Bolonha (Itália). Os poemas desses três livros já estão em vários livros didáticos e apostilas. Em 1997, Poemas Sapecas, Rimas Traquinas recebeu também o prêmio de Melhor Livro de Poesia Infantil da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).Almir também faz curtas digitais e escreve roteiros. No site www.youtube.com.br há vários de seus vídeos. Em 2004, seu pré-roteiro Os Saltimbancos no Fim do Mundo doi selecionado no edital do MinC.
Quem disse que apenas gente solta pum? Não mesmo. Nestes poemas de pum, tem de tudo: pum de cão, de gambá, de canguru e de todo bicho que há. Tem também pum de carro, de avião e de caminhão. Puns, puns e mais puns pra ninguém botar defeito, e alguns que você nem imaginava que existiam.