Revista Serviço Social & Sociedade  87
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Revista Serviço Social & Sociedade 87

Vários autores
  • Cód: 9000000117402

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Revista Serviço Social e Sociedade
  • Autor: Vários autores
  • ISBN: 9000000117402
  • Número de páginas: 208
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 310 gramas

SINOPSE A IV Conferência Nacional de Assistência Social realizada em dezembro de 2003, aprovou a organização em todo território nacional do Sistema Único de Assistência Social - SUAS. A partir desse marco, e com a aprovação da Política Nacional de Assistência Social e da Norma Operacional Básica - NOB-SUAS, pelo CNAS em 2005, a área da assistência social vive um momento singular de redefinição conceitual e reordenamento institucional. Pode-se afirmar que desde a aprovação da LOAS, a assistência Social não experimenta um nível tão intenso de mobilização de gestores públicos e privados, trabalhadores, segmentos organizados da sociedade civil, organizações sociais, entidades de assistência social como no momento atual. A implementação do SUAS impõe enormes desafios, especialmente no âmbito do pacto federativo, redesenhando novas responsabilidades e competências para municípios, estados e União.

A IV Conferência Nacional de Assistência Social realizada em dezembro de 2003, aprovou a organização em todo território nacional do Sistema Único de Assistência Social - SUAS. A partir desse marco, e com a aprovação da Política Nacional de Assistência Social e da Norma Operacional Básica - NOB-SUAS, pelo CNAS em 2005, a área da assistência social vive um momento singular de redefinição conceitual e reordenamento institucional. Pode-se afirmar que desde a aprovação da LOAS, a assistência Social não experimenta um nível tão intenso de mobilização de gestores públicos e privados, trabalhadores, segmentos organizados da sociedade civil, organizações sociais, entidades de assistência social como no momento atual. A implementação do SUAS impõe enormes desafios, especialmente no âmbito do pacto federativo, redesenhando novas responsabilidades e competências para municípios, estados e União.