Revista Serviço Social & Sociedade  89
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Revista Serviço Social & Sociedade 89

Vários autores
  • Cód: 9000000117976

por R$ 36,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Coleção: Revista Serviço Social e Sociedade
  • Autor: Vários autores
  • ISBN: 9000000117976
  • Número de páginas: 0
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 300 gramas

SINOPSE Este número da revista Serviço Social & Sociedade apresenta algumas questões para análise que demarcam um contexto de graves problemas sociais, necessariamente associados à produção e à concentração do capital na contemporaneidade, como evidenciam alguns dos artigos. Situações como os altíssimos índices de desemprego e precarização do trabalho, a pressão das políticas neoliberais, os sinais de barbárie, a falta de perspectivas de futuro, a vida nas ruas de crianças e adolescentes em diferentes países, a violência com suas múltiplas e heterogêneas faces configuram desafios que tensionam a sociedade contemporânea. Sem dúvida, a busca de construção dos direitos nesta sociedade, particularmente no âmbito das políticas sociais, exige que sejam colocadas em questão concepções de direito, justiça e ética pública, que alicercem a construção de um novo marco civilizatório. Vários dos artigos que compõem este número enfatizam as implicações desta conjuntura para o Serviço Social, que enfrenta a diversidade de expressões da questão social, tanto no campo da produção de conhecimentos como na sua intervenção profissional cotidiana.

Este número da revista Serviço Social & Sociedade apresenta algumas questões para análise que demarcam um contexto de graves problemas sociais, necessariamente associados à produção e à concentração do capital na contemporaneidade, como evidenciam alguns dos artigos. Situações como os altíssimos índices de desemprego e precarização do trabalho, a pressão das políticas neoliberais, os sinais de barbárie, a falta de perspectivas de futuro, a vida nas ruas de crianças e adolescentes em diferentes países, a violência com suas múltiplas e heterogêneas faces configuram desafios que tensionam a sociedade contemporânea. Sem dúvida, a busca de construção dos direitos nesta sociedade, particularmente no âmbito das políticas sociais, exige que sejam colocadas em questão concepções de direito, justiça e ética pública, que alicercem a construção de um novo marco civilizatório. Vários dos artigos que compõem este número enfatizam as implicações desta conjuntura para o Serviço Social, que enfrenta a diversidade de expressões da questão social, tanto no campo da produção de conhecimentos como na sua intervenção profissional cotidiana.