Saúde e Serviço Social no capitalismo - fundamentos sócio-históricos
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Saúde e Serviço Social no capitalismo - fundamentos sócio-históricos

Maria Inês Souza Bravo
  • Cód: 9788524921186

Confira algumas páginas

por R$ 52,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Maria Inês Souza Bravo
  • ISBN: 9788524921186
  • Número de páginas: 192
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 300 gramas

SINOPSE Este livro traz uma contribuição imprescindível para o entendimento da saúde e das práticas profissionais nesta área, especialmente do Serviço Social, a partir das condições econômicas sociais, políticas e culturais historicamente determinadas, numa perspectiva de totalidade. A autora toma como ponto de partida a dinâmica das relações sociais capitalistas e de seu corolário ideopolítico, explicitando as posições teórico-filosóficas que influenciam as elaborações em cada momento histórico.

Maria Inês Souza Bravo

Maria Inês Souza Bravo, é Assistente Social, Doutora em Serviço Social - PUC-SP, professora aposentada da UFRJ, professora adjunta da Faculdade de Serviço Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), procientista da UERJ e coordenadora do Projeto "Políticas Públicas de Saúde: O potencial dos Conselhos da Região Metropolitana do Rio de Janeiro", financiado pelo CNPq, Faperj e UERj.
Este livro traz uma contribuição imprescindível para o entendimento da saúde e das práticas profissionais nesta área, especialmente do Serviço Social, a partir das condições econômicas sociais, políticas e culturais historicamente determinadas, numa perspectiva de totalidade. A autora toma como ponto de partida a dinâmica das relações sociais capitalistas e de seu corolário ideopolítico, explicitando as posições teórico-filosóficas que influenciam as elaborações em cada momento histórico.