Tudo é construído! Tudo é revogável! A teoria construcionista crítica nas ciências humanas
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Tudo é construído! Tudo é revogável! A teoria construcionista crítica nas ciências humanas

Alípio de Sousa Filho
  • Cód: 9788524925269
1% [1]

por R$ 68,00 2x de R$ 34,00 sem juros  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Alípio de Sousa Filho
  • ISBN: 9788524925269
  • Número de páginas: 400
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 580 gramas

SINOPSE A afirmação da irredutível diversidade das construções sociais, culturais e históricas humanas não implica nenhum relativismo incapaz de crítica, entregue à ideia que, como tudo é construído, todas as construções gozariam de uma legitimidade irrefutável. Para o olhar construcionista crítico (e seu desconstrucionismo), o que está em questão não é apenas descrever ou mesmo anunciar o caráter de constructo das realidades sociais, mas, denunciando o caráter arbitrário-convencional de todas elas, afirmar, ao mesmo tempo, que desconstruções e refundações são possíveis, outras realidades podendo ser construídas e instaladas. E, sobretudo, que as construções de novas realidades podem oferecer às sociedades humanas alternativas de modos de vida que não sejam marcados por instituições e relações de violência, opressão e dominação entre indivíduos, grupos, classes, povos.”

Alípio de Sousa Filho

Alipio de Sousa Filho é cientista social, professor titular de Teoria Social do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal, Brasil. Doutor em Sociologia pela Universidade de Paris V-Sorbonne.
A afirmação da irredutível diversidade das construções sociais, culturais e históricas humanas não implica nenhum relativismo incapaz de crítica, entregue à ideia que, como tudo é construído, todas as construções gozariam de uma legitimidade irrefutável. Para o olhar construcionista crítico (e seu desconstrucionismo), o que está em questão não é apenas descrever ou mesmo anunciar o caráter de constructo das realidades sociais, mas, denunciando o caráter arbitrário-convencional de todas elas, afirmar, ao mesmo tempo, que desconstruções e refundações são possíveis, outras realidades podendo ser construídas e instaladas. E, sobretudo, que as construções de novas realidades podem oferecer às sociedades humanas alternativas de modos de vida que não sejam marcados por instituições e relações de violência, opressão e dominação entre indivíduos, grupos, classes, povos.”

Avaliações dos clientes

Leonardo Antunes 02/07/2017

Excelente reflexão. Uma teoria unificadora para as ciências humanas.
100%