Xenofobia: medo e rejeição ao estrangeiro
Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar

Xenofobia: medo e rejeição ao estrangeiro

Durval Muniz de Albuquerque Jr.
  • Cód: 9788524924682

Confira algumas páginas

por R$ 52,00  

Disponível em Estoque. Entrega em 2 dias úteis para a cidade de São Paulo (para pedidos efetuados até as 11h; após este horário, entrega em 3 dias úteis).

Outras localidades: Grande São Paulo e Interior de SP: de 2 a 4 dias úteis. Outras Capitais: de 2 a 4 dias úteis. Interior de Outros Estados: de 5 a 15 dias úteis. Os pedidos serão atendidos conforme a disponibilidade de estoque.

  • Cortez Editora
  • Autor: Durval Muniz de Albuquerque Jr.
  • ISBN: 9788524924682
  • Número de páginas: 192
  • Formato: 16.00 x 23.00
  • Peso: 290 gramas

SINOPSE O mundo contemporâneo, mesmo naquelas sociedades que se julgam as mais civilizadas e avançadas tem que conviver com o desrespeito às diferenças, com o racismo e com a violência em relação aos estrangeiros, à medida que se caracteriza por ser um mundo marcado pela constante e ampla mobilidade das populações, dada, por um lado, pelas maiores facilidades de transportes, mas, por outro, pela convivência, lado a lado, de sociedades e economias com níveis de desenvolvimento econômicos profundamente desiguais. A globalização dos fluxos de capitais e das empresas foi acompanhada pela globalização dos fluxos de mão de obra e de trabalhadores, desde os mais qualificados até a grande massa de deserdados, de subempregados, de desempregados do mundo, que se lançam a aventuras, bastante perigosas, em busca de um lugar que lhe dê acesso a um posto de trabalho e a mínimas condições para viver. É visando colaborar para que tenhamos uma sociedade mais inclusiva, mais respeitadora dos direitos humanos, das diferenças, uma sociedade mais tolerante em relação ao outro, ou seja, uma sociedade mais democrática e republicana, que este livro foi escrito.

Durval Muniz de Albuquerque Jr.

Durval Muniz de Albuquerque Júnior é Meste e Doutor em História Social do Trabalho pela Universidade Estadual de Campinas, Pós-doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Coordenador e professor do Programa de Pós-graduação em História da UFRN e professor colaborador do Programa de Pós-graduação em História da UFPE. Autor dos livros "A invenção do Nordeste e outras artes" (Cortez/Massangana) e "Nordestino: uma invenção do falo - uma história do gênero masculino" (Catavento). Autor de vários artigos científicos e capítulos de livros sobre teoria da história, história de gênero, história das identidades espaciais e história da cultura popular.
O mundo contemporâneo, mesmo naquelas sociedades que se julgam as mais civilizadas e avançadas tem que conviver com o desrespeito às diferenças, com o racismo e com a violência em relação aos estrangeiros, à medida que se caracteriza por ser um mundo marcado pela constante e ampla mobilidade das populações, dada, por um lado, pelas maiores facilidades de transportes, mas, por outro, pela convivência, lado a lado, de sociedades e economias com níveis de desenvolvimento econômicos profundamente desiguais. A globalização dos fluxos de capitais e das empresas foi acompanhada pela globalização dos fluxos de mão de obra e de trabalhadores, desde os mais qualificados até a grande massa de deserdados, de subempregados, de desempregados do mundo, que se lançam a aventuras, bastante perigosas, em busca de um lugar que lhe dê acesso a um posto de trabalho e a mínimas condições para viver. É visando colaborar para que tenhamos uma sociedade mais inclusiva, mais respeitadora dos direitos humanos, das diferenças, uma sociedade mais tolerante em relação ao outro, ou seja, uma sociedade mais democrática e republicana, que este livro foi escrito.